Foto: Reprodução via internet

Poucos meses após receber trabalhos de recuperação, o asfalto da PA-150, principal via de acesso entre Belém e o Sudeste paraense, já está em péssimas condições. Motoristas denunciam que a falta de balanças e de fiscalizações contra o excesso de cargas nos caminhões são as causas do desgaste precoce da via.

A Secretaria de Estado de Transportes (Setran) do Pará admite o problema. “Isso está num projeto porque é visível que os caminhões passam com peso acima do permitido”, afirma José Leite, coordenador de núcleo da Setran.

A PA-150 também é importante para a economia do Estado, pois, a produção agrícola e mineral do sudeste também passa por ela.

No momento, o trecho entre Jacundá e Marabá está recebendo trabalhos de melhorias, mas os motoristas reclamam dos prejuízos que sofrem devido às péssimas condições da estrada.

“Fica tudo precário”, assegura Robson Porfírio, que precisou chamar um mecânico para seguir viagem. E até mesmo o mecânico constata os problemas da rodovia. Francisco Moreira, conserta os caminhões há 20 anos. “Os motoristas sempre reclamam e com razão”.

Fonte G1PA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here